Mais perdedores do que ganhadores com o aumento do ICMS em São Paulo

Abstract

O agronegócio será um dos setores mais impactados com o aumento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), medida esta tomada pelo governo do estado de São Paulo para reduzir o rombo nas contas públicas causado pela pandemia de COVID-19. O Centro de Agronegócio da Fundação Getulio Vargas (FGV Agro) estima que a decisão causará uma perda de consumo de até BRL 21,4 bilhões em bens e serviços e uma redução de BRL 6,8 bilhões no Produto Interno Bruto (PIB) da região Sudeste.

Publication
In AGROANALYSIS (FGV), v. 41, n. 1, p. 22, 2021